Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CINEBLOG

CINEBLOG

Kill Bill: Vol. 2



Realizado por Quentin Tarantino
Com Uma Thurman, David Carradine, Daryl Hannah, Gordon Liu, Lucy Liu, Michael Madsen entre outros...



Finalmente chegou. Depois de uma curta mas dura espera, "A Noiva" está de volta... e deixou os massacres para trás.

Mesmo que eu o tenha adorado, uma grande parte da critica especializada detestou o "Vol. 1", acusando-o de ser demasiado violento e de não ter argumento... Pois esses criticos podem esfregar as mãos de contentes, porque parece que a violencia ficou para trás e agora a palavra de ordem é "argumento"... argumento esse onde os fantásticos diálogos saídos da mente do mestre Tarantino, assumem-se como atracção principal

Se o primeiro filme era um festival de sangue, este último serve de justificação para o festival de sangue. O lema de "Disparar primeiro e fazer as perguntas depois" (neste caso seria "cortar ás fatias" primeiro...) foi deixado de lado, e agora as personagens param para falar e conseguem transmitir sensações (o primeiro também, mas não estou a falar da sensação de ficar sem um braço, ou de ter uma espada cravada no estômago).

Sem este filme o primeiro não faria sentido... isso sem dúvida... Mas continuaria a ser um excelente filme.

O aspecto visual continua extraordinário... Tarantino no seu melhor! Assim como a banda sonora, que mesmo adoptando uma temática diferente da do primeiro filme, continua a deixar-nos sem palavras.

Emfim... Se gostam de Tarantino vão gostar deste filme. Mas esperem algo mais parecido com "Jackie Brown" que com "Pulp Fiction", aquele que ainda é o meu filme do Tarantino favorito.

( e aquela Uma está cada vez melhor... )




No ouvido:

Budd: Wake-y wake-y, eggs and bac-y.

Bill: [morrendo] How do I look?
The Bride: You look ready.

Bill: When I first saw him... I liked his hair.
The Bride: You promised you'd be nice.
Bill: I said I'd do my best. That's hardly a promise.

Budd: She's got a Hanzo sword?
Bill: He made one for her.
Budd: Didn't he swear a blood oath to never make another sword?
Bill: It would appear he has broken it.
Budd: Them Japs sure know how to hold a grudge.
Budd: Or maybe, you just tend to bring that out in people.

The Bride: Looked dead, didn't I? But I wasn't. But it wasn't from lack of trying, I can tell you that. Actually, Bill's last bullet put me in a coma - A coma I was to lie in for four years. When I woke up, I went on what the movie advertisements refer to as a 'roaring rampage of revenge.' I roared. And I rampaged. And I got bloody satisfaction. I've killed a hell of a lot of people to get to this point, but I have only one more. The last one. The one I'm driving to right now. The only one left. And when I arrive at my destination, I am gonna kill Bill.

Budd: She cut her way through eighty-eight bodyguards?
Bill: Naw... there wasn't really eighty-eight of them. They just called themselves the 'Crazy Eighty-Eight'.
Budd: How come?
Bill: I don't know? Guess they thought it sounded cool.

Pai Mei: Your so-called kung-fu - is really - quite pathetic.

Esteban Vihaio: Bill shot you in the head, no?
The Bride: Yes.
Esteban Vihaio: I would've been much nicer. I would've just cut your face.

5 comentários

Comentar post

Siga-nos:

Blogue a 24fps que não necessita de óculos 3D. Online desde 2003.

Pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.